Alexandre B A Villares


[English Version]

Como instalar e começar a usar a biblioteca py5

O que é isso?

py5 é uma biblioteca que permite o uso do vocabulário e da infraestrutura gráfica do Processing em conjunto com a mais recente versão da linguagem Python.

Processing é uma plataforma livre/aberta de programação largamente utilizada por artistas e designers, assim como para o ensino de programação num contexto visual. Permite permite gerar softwares interativos com os mais diversos propósitos e interfaces visuais, assim como exportar imagens bitmap (PNG, JPG), animações ou arquivos vetoriais 2D e 3D (PDF e SVG entre outros). A comunidade desfruta de um rico ecossistema de pessoas que produzem recursos como exemplos didáticos e bibliotecas de código livremente compartilhadas.

Processing é baseada originalmente na linguagem de programação Java, mas hoje existem diversos projetos que desenvolvem as ideias do Processing com outras linguagens, como é o caso do p5js com Javascript, e o py5 com Python 3.

Para usar py5 você vai precisar:

A sugestão aqui é seguir os seguintes passos:

  1. Baixar e instalar o Thonny IDE que vem com um Python 3.8 ou mais recente;
  2. Dentro do Thonny instalar a extensão (plug-in), thonny-py5mode;
  3. Deixar o plug-in thonny-py5mode instalar e configurar o JDK-17 para você;
  4. Conferir se tudo está funciando executando um pequeno exemplo!
  5. (Exta) Aprenda sobre a diferencça entre o imported mode e o module mode.

Uma outra maneira de obter tudo que precisa é seguir as instruções em py5 documentation, começando por instalar uma distribuição Anaconda ou miniconda, que vem com um Python e o gerenciador de pacotes conda, para instalar py5, e depois instalar o JDK também.

1. Baixe e instale o Thonny IDE

2. Instale o plugin thonny-py5mode

Uma vez aberto o Thonny, selecione no menu Tools > Manage plug-ins… ou, em português: Ferramentas > Gerenciar pluguins… Procure o plug-in thonny-py5mode e peça para instalar. Você precisa reiniciar o Thonny depois desta etapa!!!

3. Permita que o plug-in baixe o JDK-17

Uma vez reiniciado deve aparecer um novo menu py5 na interface do Thonny, acione a opção py5 > Imported mode for py5 e depois clique em OK na janela de diálogo. Quando acionada pela primeira vez esta opção, o plug-in vai baixar, extrair e configurar o JDK para você (no diretório user-config do Thonny). Esse processo pode ser um tanto demorado, dependendo da sua conexão, mas só acontece da primeira vez que você aciona o menu.

A janela do Thonny pode parecer congelada enquanto ele baixa e configura, não se desespere! Aparece este aviso quando terminou.

Um ajuste opcional: O comando Apply recommended py5 settings faz alguns ajustes no seu IDE, incluindo ativar o tema azulzinho Kianite.

4. Execute um pequeno exemplo!

Com a opção imported mode acionada no menu py5, é possível executar o código a seguir usando o botão com a seta verde ou CTRL+R (ou COMMAND+R no Mac) .

def setup():
    size(300, 200)
    rect_mode(CENTER)

def draw():
    rect(mouse_x, mouse_y, 10, 10)

Se tiver problemas para executar, lembre-se de parar com o botão stop vermelho alguma outra execução que ainda esteja rodando.

5. Veja a diferença entre o imported mode e o module mode

O que é o a função imported mode fornecida pelo plug-in thonny-py5mode?

Quando a opção do menu py5 > Imported mode for py5 está ligada, você pode escrever os seus programas (que também chamamos de sketches) de uma maneira simplificada, é o imported mode. Neste “modo” o Thonny vai executar o seu código usando o py5 sketch runner (executor de sketches), uma ferramenta especial que pode também ser acionada a partir da linha de comando, caso você não esteja usando o Thonny.

Atenção: O imported mode não é apropriado para executar código Python que não faça uso da biblioteca py5.

Neste “modo importado” o vocabulário da biblioteca py5, isto é, os nomes das funções, constantes e variáveis de sistema (como a posição do mouse), fica disponível sem o prefixo py5., e o seu programa vai ser automativamente executado por uma função “run_sketch” da biblioteca py5.

Com o imported mode ativado, também podem ser executados sketches do tipo static mode, isto é aqueles sem animação ou interatividade pois não tem uma função draw() declarada.

O que é o module mode e como podemos usá-lo?

Quando você desativa a opção imported mode no menu py5, você devolve o Thonny ao comportamento normal para executar qualquer código Python.

Neste caso, você pode usar a biblioteca py5 no module mode que é como se lida com a maior parte das bibliotecas Python, isto é, importando a bibloteca no começo com a instrução import, e chamando suas funções com o nome da biblioteca como prefixo.

import py5

def setup():
    py5.size(200, 200)
    py5.rect_mode(py5.CENTER)

def draw():
    py5.square(py5.mouse_x, py5.mouse_y, 10)

py5.run_sketch()

Note que você vai precisar usar a linha import py5 no começo do seu código, a linha py5.run_sketch() no final, assim como o prefixo py5. para todas as funções, constantes e variáveis oferecidas pela bibliota py5.

Referências úteis para usar o py5

Agradecimentos

Agradecimentos muito especiais ao criador do py5, Jim, aos mantenedores do IDE Thonny, e ao tabreturn que fez o plug-in thonny-py5mode, que facilita demais a instalação e uso do py5, as instruções em inglês dele são o ponto de partida destas instruções e fonte das imagens todas!


Alexandre B A Villares (abav.lugaralgum.com), CC-BY-NC-SA-4.0 License