Alexandre B A Villares


Como instalar o Processing modo Python

[English version]

Processing é uma plataforma livre/aberta de programação criada em 2001 por Casey Reas e Ben Fry, largamente utilizada por artistas e para o ensino de programação num contexto visual. O Processing IDE (da sigla em inglês para ambiente integrado de desenvolvimento), simplificando, é um editor de texto apropriado para código, que permite executar programas escritos por você, conhecidos como sketches.

Processing permite não só criar programas que produzem imagens e eventualmente as exportar como bitmaps (PNG, JPG), animações ou arquivos vetoriais 2D e 3D (PDF, SVG e DXF entre outros), mas mais do que isso permite gerar executáveis, aplicativos autônomos e interativos, “empacotados” para Linux, macOS ou Windows. A comunidade desfruta de uma rico ecossistema de pessoas que produzem recursos como exemplos didáticos e bibliotecas de código livremente compartilhadas.

A versão ‘standard’ do Processing é baseada na linguagem de programação Java, mas hoje existem dois outros projetos importantes da Fundação Processing que você pode querer conhecer:

Ambos podem ser adicionados ao IDE tradicional. Vejamos a seguir como instalar o Processing Modo Python, que é o assunto desta página.

Entre na parte de downloads do site do Processing (http://www.processing.org/download), escolha o seu sistema operacional e baixe.

passo1

Saiba que não há um instalador, basta descomprimir, mova a pasta como um todo para onde preferir (não tire o executável da pasta) e abra o IDE. Veja como fica no Windows:

passo2

No macOS é praticamente a mesma coisa. No Linux, abra um terminal apontado para a pasta descomprimida do Processing e digite ./processing (você pode querer executar também o install.sh que deve criar um atalho no desktop)

Lançado o IDE do Processing, procure no menu de modos o item Adicionar modo… (ou Add mode… se estiver em inglês)

passo3

Peça para instalar o modo Python [Se esta etapa falhar, veja as observações mais abaixo].

passo4

Note que na pasta Documentos do usuário será criada uma pasta Processing, onde ficarão seus sketches (programas), ferramentas, modos e bibliotecas. No Linux a pasta criada se chama sketchbook. Este é o estado final quando a instalação terminou:

passo5

Observações: Caso não seja possível instalar o modo Python de dentro do IDE (redes com filtros ou proxies restritivas) você pode baixar, deszipar PyhtonMode.zip e colocar manualmente (no Windows e Mac OS) em Documentos > Processing > modes > PythonMode. São dois problemas conhecidos: nomes de usuário com caracteres não-ASCII e firewalls podem atrapalhar o funcionamento do IDE.

PS: Que tal um programinha para testar?

hello garoa sketch

github.com/villares/py.processing-play


Alexandre B A Villares (abav.lugaralgum.com), CC-BY-NC-SA-4.0 License